Contabilidade

Aula

A estrutura da Demonstração de Resultado de Exercício (DRE)

, editado , Comment regular icon0 comments

A Demonstração de Resultado de Exercício (DRE) é uma ferramenta de análise fundamental que fornece informações financeiras sobre a saúde financeira e desempenho operacional de uma empresa. É uma representação contábil da receita, custos, despesas e resultado líquido de um período de tempo.

Edit Article

Na administração dos recursos escassos disponíveis na empresa, a gerência pode ou não ser eficiente. O sucesso dessa gestão será medido comparando-se o resultado do exercício (obtido pela Demonstração do Resultado do Exercício) com o montante aplicado no Ativo e/ou com o capital investido pelos proprietários (Patrimônio líquido).

No resultado do exercício pode haver lucro ou prejuízo.

O lucro / prejuízo é uma terminologia bastante ampla. Vamos encontrar no DRE vários tipos de lucro. São eles:

1. Lucro operacional Bruto, ou simplesmente, Lucro Bruto

Ad

2. Lucro operacional Líquido, ou simplesmente, Lucro Operacional

3. Lucro Antes do Imposto de Renda

4. Lucro Depois do Imposto de Renda

5. Lucro líquido

Vamos dar uma olhada mais a fundo na estrutura do DRE e comentar sobre cada tópico:

Estrutura do DRE
Estrutura do DRE

Receita Bruta

A Receita Bruta constitui a venda de produtos e subprodutos (na indústria), de mercadorias (no comércio) e prestações de serviços (empresa prestadora de serviços), incluindo todos os impostos cobrados do comprador e não excluindo as devoluções de mercadores (ou produtos) e os abatimentos concedidos pelas mercadorias (ou serviços) em desacordo com o pedido.

Deduções da Receita Bruta

Abatimentos e Devoluções

O objetivo em informar na Receita Bruta aspectos como devoluções ou abatimentos etc. é que o usuário externo das Demonstrações Financeiras terá acesso a esses dados (no item deduções) que, sem dúvida, são valiosos indicadores de eficiência dos departamentos de produção e venda.

Não apreciaremos apenas se o montante de devolução e abatimento é elevado, mas também sua evolução percentual no tempo.

Impostos sobre Receita Bruta

No que tange a impostos, em muitos casos, a empresa vendedora ou prestadora de serviços é mera depositária dos tributos cobrados ao comprador. Depois de terminado prazo, ela os recolherá ao governo. Os principais impostos sobre vendas são:

  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).
  • ISS (Imposto sobre Serviços)
  • Imposto sobre Exportação
  • Programa de Integração Social (PIS)
  • Cofins

Abatimentos e Deduções

Como deduções devemos entender os ajustes à própria Receita Bruta:

Vendas Canceladas (Devolução)

São mercadorias em desacordo com o pedido (preço, qualidade, avaria etc...) cujo comprador sentindo-se prejudicado, efetua a devolução parcial ou total das mercadorias.

Ocorre após a venda (Após a emissão da nota fiscal).

Abatimentos

Muitas vezes, em situação em que haverá devolução, o vendedor propõe abatimento no preço, para compensar o prejuízo ao comprador.

Ocorre após a venda (Após a emissão da nota fiscal).

E descontos comerciais?

Descontos comerciais (como oferecer 10% de desconto a vista) ocorre antes da venda e da emissão da Nota Fiscal. É mais adequado aparecer nas Notas Fiscais o preço já com desconto.

Receita Líquida

É a diferença entre a Receita Bruta e as deduções da Receita Bruta comentadas acima:

\[ \text{Receita Líquida} = \text{Vendas + Serviços Prestados - Abatimentos - Impostos}}

Lucro Bruto

É a diferença entre a Venda de Mercadorias e o Custo desta Mercadoria Vendida, sem considerar despesas Administrativas, de vendas ou financeiras.

Resumindo, subtraímos da Receita líquida o quanto custou a mercadoria ou o produto, ou o serviço para ser colocado à disposição do consumidor, desprezando as despesas administrativas, financeiras e de vendas.

Ad

Deduções do Lucro Bruto

Após o lucro Bruto são removidas as Despesas Operacionais.

As despesas operacionais são as necessárias para vender os produtos, administrar a empresa e financeiras as operações. Enfim, são todas as despesas que contribuem para a manutenção da atividade operacional da empresa.

Despesas de vendas

Abrangem desde a promoção do produto até sua colocação ao consumidor (comercialização e distribuição).

São despesas com o pessoal da área de venda, comissões sobre vendas, propaganda, publicidade, estimativa de perdas com duplicatas derivadas de vendas a prazo (provisão para devedores duvidosos) etc.

Despesas Administrativas

São as necessárias para administrar a empresa. De maneira geral, são gastos de escritórios visando à direção ou à gestão da empresa.

Como exemplos temos: honorários administrativos, salários e encargos sociais do pessoal administrativo, aluguéis de escritórios, materiais de escritório, seguro de escritório, depreciação de móveis e utensílios, assinaturas de jornais etc.

Despesas Financeiras

São as remunerações aos capitais de terceiros, tais como: juros pagos ou incorridos, comissões bancárias, descontos concedidos, juros de mora pagos etc.

As despesas financeiras deverão ser compensadas com as Receitas Finacneiras (conforme disposição legal), isto é, estas receitas serão deduzidas daquelas despesas.

As receitas de natureza financeira são as derivadas de aplicações financeiras, juros de mora recebidos, descontos obtidos etc.

Pode ocorrer que o montante de Receita Financeira seja maior que a Despesa Financeira. Nesse caso, algebricamente, a Receita Financeira será reduzida de outras Despesas Operacionais.

Despesas com Variações Monetárias

A legislação brasileira exemplifica como Variações Monetárias as variações cambiais.

Se uma empresa contrai empréstimo em moeda estrangeira, por exemplo, 100.000 dólares, no início do ano, quando cada dólar está cotado a $ 4,70, sua dívda corresponde a 470 mil reais (100.000 vezes 4,70).

Todavia, com a desvalorização do Real, um dólar pode estar cotado a $ 5,40 no final do período. Dessa forma, a dívida corresponde a 540 mil reais, havendo uma variação cambial de 70 mil reais.

Outras despesas / receitas

Despesas Tributárias, prejuízos oriundos das aplicações em outras empresas etc. Nesse grupo, semelhantemente a Despesa X Receitas Financeiras, podemos incluir outras Receitas Operacionais de caráter eventual, ou não, tais como: lucros de participações em outras sociedades, vendas de sucatas etc.

Lucro Operacional

O Lucro Operacional é obtido por meio da diferença entre o Lucro Bruto e as Despesas Operacionais. É o lucro resultante da atividade operacional da empresa.

Despesas Não Operacionais

As despesas não relacionadas diretamente com o objetivo do negócio da empresa são classificadas como Não Operacionais. São Exemplos: Prejuízo de ações (Perda de capital) ou perdas com geadas, chuvas de granizo na agricultura (Perdas extraordinárias).

Receitas Não Operacionais

Ad

As receitas não relacionadas diretamente com o objetivo do negócio da empresa são classificadas como Não Operacionais. São exemplos: Lucro com ações ou venda de imobilizado como equipamento ou veículo (Ganho de Capital).

Lucro Antes do Imposto de Renda

Após a remoção das Despesas Não Operacionais e a adição das Receitas Não operacionais do Lucro Operacional teremos o Lucro Antes do Imposto de Renda (Lair).

Dedução do Imposto de Renda

O Imposto de Renda incide sobre o lucro da Empresa.

Se apurarmos no exercício social X um lucro de 100 milhões de reais, declararemos e recolheremos aos cofres públicos (Governo Federal) geralmente 15% sobre o lucro (15% de 100 milhões = 15 milhões). É uma parcela do Lucro canalizada para o Governo.

[m](Ressalte-se que a base de cálculo para o Imposto de Renda não é exatamente o lucro apurado pela Contabilidade, mas o lucro ajustado às disposições da Legislação do Imposto de Renda, que será denominado Lucro Real.

Inclusões no Imposto de Renda

Custos, despesas, perdas e quaisquer outros valores deduzidos na apuração do Lucro que, de acordo com a legislação do imposto de Renda, não são dedutíveis. Exemplos: Multas fiscais, punitivas pagas e contabilizadas como despesas, depreciação acima do permitido etc.

Exclusões no Imposto de Renda

Deduções permitidas pela legislação e que não foram subtraídas até o momento. Exemplos: Prejuízos de exercícios anteriores, contribuições para instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados etc.

Exemplo

\[\text{Lucro Real x 15% = Provisões para Imposto de renda}\]

Vamos imaginar que uma empresa teve Lair de 3 milhões e adotou como base de depreciação 15% e não 10%, limite do Imposto de Renda. O valor de Máquinas é de 60 milhões de reais. Também que consta em despesa administrativa uma multa de 4 milhões de reais. E houve no exercício anterior um prejuízo de 3 milhões de reais.

Assim, inclusões:

- 3 milhões de reais de lucro

- 5% de excesso de Depreciação (5% de 60 milhões que equivale a 3 milhões)

- Multa Fiscal de 4 milhões

Total de inclusões: R$ 10 milhões

Exclusão:

- Prejuízo do Exercício Anterior de 3 milhões.

Lucro real de 7 milhões de reais. Imposto de renda de 15% do Lucro Real, logo 1.050.000 reais.

Lucro Depois do Imposto de Renda

Após remover o Imposto de Renda do Lair, teremos o Lucro Depois do Imposto de Renda.

No exemplo anterior, houve lucro de 3 milhões de reais, com provisão para imposto de renda de 1.050.000 reais. Logo, seu lucro Depois do Imposto de Renda é de 1.950.000 reais.

Participação e contribuições com o Lucro após o Imposto de Renda

Após calcular o Lucro Depois do Imposto Renda, iremos fazer as seguintes deduções:

  • Das Debêntures: as companhias podem solicitar empréstimos ao público em geral, pagando juros periódicos e concedendo amortizações regulares. Para tanto, elas emitirão títulos a longo prazo com garantias: são as debêntures.
  • Participação no lucro de Empregados e Administradores: É um complemento à remuneração de empregados e Administradores. Normalmente, é definido no Estatuto ou contrato social um percentual sobre o lucro.
  • Ad

  • Partes Beneficiárias: Normalmente, são concedidas às pessoas que tiveram atuação relevante nos destinos da sociedade. São títulos negociáveis sem valor nominal que a empresa pode criar a qualquer momento. Os titulares destes títulos terão direito a participação nos lucros anuais.
  • Contribuições par a instituições ou Fundos de Assistência ou Previdência de empregados. São as doações às constituições de fundações com a finalidade de assistir seu quadro de funcionários, às previdências particulares, no sentido de complementar aposentadoria etc.

Exemplo:

Lucro Depois do Imposto de Renda: 1.000.000

(-) Participação de Debêntures (1.000.000 x 10%): (100.000)

Lucro no momento: 900.000

(-) Participação de Empregados (900.000 x 10%): (90.000)

Lucro no momento: 810.000

(-) Participação Administração (810.000 x 10%): (81.000)

Lucro no momento: 729.000

Lucro Líquido

Após deduzidas do resultado as participações e contribuições, o que remanescer será o lucro líquido.

Os proprietários decidem a parcela do lucro que ficará retida na empresa e a parte que será distribuída aos donos do capital (dividendos).

Exercícios

1) (Instituto Consulplan - 2023 - Prefeitura de Orlândia - SP - Contador) Em relação ao Balanço Patrimonial e à Demonstração do Resultado, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Uma empresa possui Ativo Circulante de R$ 1.200,00 e Ativo Total de R$ 4.000,00. Sabendo-se que foram adquiridas mercadorias para revenda no valor de R$ 800,00 para pagamento a prazo, o valor do Ativo Circulante e o valor do Patrimônio Total passaram a ser, respectivamente, R$ 2.000,00 e R$ 4.800,00.

( ) Uma empresa possui Ativo de R$ 2.500,00 e Passivo de R$ 1.700,00. Sabendo-se que foi adquirida máquina no valor de R$ 1.000,00 à vista, o valor do Patrimônio Líquido da empresa será R$ 800,00.

( ) Uma empresa apresentou uma Receita Líquida com Vendas de R$ 11.500,00 e Lucro Bruto de R$ 5.700,00; portanto, o valor do Custo da Mercadoria Vendida corresponde a R$ 5.800,00.

( ) Uma empresa apresentou uma Receita Líquida com Vendas de R$ 8.000,00, Tributos Incidentes sobre as Vendas de R$ 1.800,00 e Vendas Canceladas de R$ 200,00; portanto, a Receita Bruta com Vendas corresponde R$ 10.000,00.

A sequência está correta em :

A) F, F, F, F.

B) F, V, F, V.

C) V, F, V, F.

D) V, V, V, V.

2) (CONSULPAM - 2023 - TCM-PA - Técnico de Controle Externo) As demonstrações contábeis são a representação estruturada da situação patrimonial, financeira e do desempenho da entidade. As demonstrações contábeis no setor público devem proporcionar informação útil para subsidiar a tomada de decisão e a prestação de contas e responsabilização da entidade quanto aos recursos que lhe foram confiados. A respeito desse tema, assinale a alternativa CORRETA.

A) Pelo fato de a informação contida nas demonstrações contábeis ser relevante, é provável que ela satisfaça a todos os objetivos descritos, especificamente, no que diz respeito a entidades cujo objetivo principal não seja gerar lucro.

Ad

B) Não cabe às demonstrações contábeis fornecer informações úteis na avaliação da capacidade de a entidade financiar suas atividades e cumprir com suas obrigações e compromissos.

C) As demonstrações contábeis, em regra, não possuem a função preditiva ou prospectiva.

D) Informação suplementar, incluindo demonstrativos não financeiros, pode ser apresentada junto com as demonstrações contábeis no intuito de proporcionar uma visão mais abrangente das atividades da entidade durante o período.

3) (FUNDEPES - 2023 - Prefeitura de Marechal Deodoro - AL - Contador) A empresa ABC adquiriu, à vista, em 1/3/2023, 50 computadores por R$ 6.000,00 cada um. Em 5/3/2023, ela vendeu, à vista, 50% do estoque por R$ 400.000,00. Em 10/3/2023, um cliente dessa empresa devolveu um computador. A respeito dessa situação hipotética, desconsiderando qualquer tributação e considerando que a empresa não possuí estoque inicial e que também não houve outras operações além dessas, assinale a alternativa correta.

A) O custo das mercadorias vendidas foi inferior a R$ 150.000,00.

B) O estoque final, em 31/3/2023, era superior a R$ 160.000,00.

C) Visto que somente ocorreram essas transações no período, o lucro líquido foi maior que o lucro bruto.

D) A receita líquida na Demonstração do Resultado do Exercício será inferior a R$ 380.000,00.

E) A contabilização da devolução de venda envolve um débito em caixa e um crédito na conta de estoques de mercadorias.

4) (FUNDEPES - 2023 - Prefeitura de Marechal Deodoro - AL - Contador) Acerca da Demonstração do Resultado do Exercício, financeiro exigido pela legislação societária, assinale a alternativa correta.

A) A Demonstração do Resultado do Exercício deverá ser elaborada obedecendo ao regime de caixa para as receitas e à competência para as despesas.

B) As vendas canceladas e o custo da mercadoria vendida representam deduções das vendas brutas para se chegar à receita líquida na Demonstração do Resultado do Exercício.

C) A Demonstração do Resultado do Exercício é considerada uma demonstração contábil dedutiva e dinâmica, que apresenta o resultado da entidade em determinado exercício.

D) Ao obter receitas distintas decorrentes de vendas de mercadorias e de prestação de serviços, a entidade deverá fazer uma Demonstração do Resultado do Exercício para cada tipo de atividade.

E) Na apuração do resultado do exercício, as receitas devem ser confrontadas, exclusivamente, com seus custos, despesas e encargos desembolsados no período, de acordo com a legislação societária.

5) (CESPE / CEBRASPE - 2006 - Banco da Amazônia - Técnico Científico - Área: Contabilidade) Julgue o próximo item, com base nos dados de determinada empresa, apresentados a seguir.

Preço de venda unitário: $ 15,00

Custo variável por unidade: $ 6,00

Custo fixo: $ 600.000

Produção: 100.000 unidades

Venda: 80.000 unidades

Ad

Para aumentar o lucro em 100%, a empresa terá que aumentar a receita de vendas em pelo menos 16,67%. Certo ou errado?

6) ( CESPE / CEBRASPE - 2006 - Banco da Amazônia - Técnico Científico - Área: Contabilidade) Considere os dados da empresa XYZ em determinado período.

Material direto consumido: $ 1.000,00

Mão-de-obra direta: $ 800,00

Custo indireto de fabricação: $ 600,00

Comissões sobre venda: 10%

Frete sobre venda: $ 2,00 por unidade vendida

Quantidade produzida: 100 unidades

Quantidade vendida: 80 unidades

Receita líquida: $ 40,00 por unidade

Método de custeio: absorção

O lucro bruto desse período corresponde a $ 1.120. Certo ou Errado?

7) (UFRRJ - 2023 - UFRRJ - Técnico em Contabilidade) Uma produtora de sucos de fruta engarrafados apresentou as seguintes informações do preço de venda e do custo variável unitário.

Preço de venda $800,00

Custo unitário variável $500,00

Assumindo que os custos fixos são de $1.000.000,00

e a receita de venda é $3.000.000,00, o lucro será de:

A) $850.000,00

B) $725.000,00

C) $600.000,00

D) $525.000,00

E) $125.000,00

Resolução

1) D

2) D

3) A

4) C

5) Certo

6) Errado

7) E